ÀS MULHERES DA MINHA VIDA

Se todo o amor do mundo é atribuído à uma divindade, por todo o amor que já experimentei em minha vida, só posso concluir que Deus é Ela. – Lealdino, F. P.

Talvez esse texto não seja publicado no dia em que todos os outros foram. Quase certeza que não, aqui na França já são 1:37 AM do dia 09 de Março, se eu conseguir terminá-lo em uma hora e meia, ainda será publicado no dia em que todos as homenageiam. Se sim, posso dizer que vim do futuro, especialmente, para mostrar-lhes um pouquinho da minha gratidão.

Hoje eu vou vos mulheragear. Queria escolher as palavras cirurgicamente corretas para fazê-las sentir o quão valioso é  o mundo na vossa presença, mas acredito que vocês não precisam dessas palavras para saber disso. Acho que seria mais útil que eu agisse mais do que escrevesse.

A maioria das mulheres que me inspiram não aparecem na TV, não são ovacionadas em tapetes vermelhos, não escreveram livros, mas forjaram histórias. Principalmente, dentro de suas famílias. Graças ao amor constante que recebi de minha mãe, avós, tias, irmãs, primas e amigas, o meu mundo foi mudado. E continua mudando.  E as pessoas que mudam o mundo devem ser respeitadas e amadas. Não importa se esse mundo é o mundo inteiro, ou o mundo de alguém.

Eu não consigo expressar o quanto vocês são importantes para mim. Desejo que amanhã vocês recebam, de todas as pessoas, o mesmo carinho, respeito, dedicação, amor, liberdade e afeto que eu tenho recebido desde sempre. Que depois de amanhã, também.

Obrigado, amo vocês.

 

Professor de Matemática. Estudante de Doutorado em Educação Matemática. Também fotografo garotas de lingerie, sério.

Site Footer

Sliding Sidebar

Sobre mim

Sobre mim

Professor de Matemática, Pesquisador e Fotógrafo.

Tweets